---Melhor visualização em 1024x768
 

CARTA - PROTESTO
Em Resposta ÀS CARTAS, RELATÓRIO E DEPOIMENTOS PUBLICADOS
NO “SITE” http://www.centrosantaluzia.org
DA RESPONSABILIDADE DE CÉLIA DIAS CARDOSO

Referente ao...
EM DESTAQUE !!!

“A FDB LUTA NA
JUSTIÇA CONTRA A
INVASÃO ILEGAL DA
PROPRIEDADE POR
PARTE DA
AEFAMBAJE”
Responsáveis:
- Pe. Felice Bontempi – Pároco de Catují – Diocese de Araçuaí – MG
- Solange Dias Cardoso – Secretária da FBD e
- Piermartino Pezzotti, Diretor da Fazenda Santa Luzia – Itaobim – MG e
Administrador da FBD em Itaobim, MG

------------Eu, Ciaria de Aguiar Freitas Varjão, Mulher, Mãe, educadora e engenheira agrônoma, nascida e criada no Brasil, com História de Vida construída sob os princípios culturais e históricos fundamentados no Cristianismo, portanto voltados à Promoção da Dignidade Humana, Respeito às Pessoas e à Defesa dos Direitos Sociais, através das lutas pela Educação, Saúde, Luta pela Terra, Defesa e Preservação da Natureza e pelas Relações de Gênero, ou sejam, relações mais eqüitativas entre Homens e Mulheres.

------------Por meio desta, faço PÚBLICO O MEU PROTESTO contra a forma desrespeitosa, caluniadora e difamatória que a FBD - Fundação Brasileira de Desenvolvimento, pela “INTERNET, através do seu “site” - www.centrosantaluzia.org, vem desqualificar-me , como uma medrosa e aquela que nada decide, somente cumpre o que mandam, como se eu não fosse portadora de decisões e escolhas. Faz isso para desmerecer a minha história de luta e princípios que defendo exatamente neste momento em que corre, na Justiça – Poder Judiciário, o “Processo de Posse da Terra” onde está construída e em funcionamento a ESCOLA FAMÍLIA AGRICOLA BONTEMPO, Ensino Médio - Técnico em Agropecuária, para as filhas e filhos de Famílias de Trabalhadoras e Trabalhadores Rurais do Vale do Jequitinhonha, MG.

------------Nesse espaço, além das benfeitorias da ESCOLA FAMÍLIA AGRICOLA, tais como, prédios escolares, alojamentos, casa do mel, hortas, cultivos diversos, aguadas, poços, animais, entre outros, existe uma História de lutas e mobilizações de Mulheres e Homens, trabalhadoras e trabalhadores do Campo em prol de uma Educação Contextualizada com a Realidade Camponesa do Vale do Jequitinhonha, a qual valoriza os saberes e a cultura desse povo e suas comunidades.

------------Esta forma de “caluniar e difamar” faz parte de estratégias e táticas usadas milenarmente por pessoas, instituições e/ou grupos que achavam, e ainda acham que, ao utilizar desses métodos, conseguem exercer seu autoritarismo e abuso de poder, ausência de Ética e a tentativa de destruição Moral de Pessoas, suas Famílias e sua Vida Profissional.

------------No entanto, acredito que é somente através de uma Educação Libertadora, onde não haja opressores e oprimidos, que poderemos mudar a nossa Sociedade e História, construirmos Novas Relações entre todos os Seres da Mãe Terra – Homens, Mulheres, Flora, Fauna, Minerais e ...

POR FIM PROCLAMO...

VIVA A LUTA DOS POVOS E TODOS OS SERES
DESTA NOSSA TERRA!!!

VIVEMOS, LUTAMOS E ACREDITAMOS QUE ...
“UM OUTRO MUNDO É POSSÍVEL”!!!

Vitória da Conquista - Ba, 01 de dezembro de 2008

Ciaria de Aguiar Freitas Varjão
Educadora e Engenheira Agrônoma


 

   
© Genea Soluções em Informática LTDA.