---Melhor visualização em 1024x768
 

Depoimento do eis aluno Santos Batista de Oliveira

Sou Santos Batista
Filho de pequeno agricultor
Que mora na comunidade Tombo
Onde ele nasceu e criou.
Nasci na mesma comunidade
Onde mora meus pais
Em mil novecentos e oitenta e três
Município de Medina Minas Gerais
Com sete anos de idade
Colocaram-me para caminhar
Três quilômetros por dia
Para poder estudar
Isso foi só um ano
Por que a escola ia fechar
Meu ano ficou perdido
Por que de série não consegui passar.
Mandaram - me para outra escola
para meus estudos continuar,
Andava seis quilômetros
Três para ir Três para voltar.
Nesta vida foram Cinco anos
Para 4º série formar
Por que dois anos, fui fraco
E foi impossível me adiantar.
Desta vida me livrei
Mas não deu pra animar
Por que outra vida pior
Estava a começar
Pois caminhava o mesmo tanto
Para transporte pegar
Viajava mais quarenta quilômetros
Para na escola chegar.
Esta vida que foi dura
Pois saia de manhã
E chegava em noite escura.
Veja a vida da estrada
Chovendo era perigoso
Na descida o carro escorregava
Nas baixas que era melhor
Na lama o carro atolava.
Com o sol podia ser bom
Por que estes problemas evitavam
Mas vinham à poeira fina
Que por ar levantava
Sujando toda a roupa
E muitas doenças causavam.
Na sétima série eu desisti
Por que não dava para agüentar
Mas com incentivo dos colegas
No ano seguinte voltei estudar
Pois só faltavam dois anos
Para o primeiro grau terminar.
Fiz a sétima série
Já comecei a preocupar
Pensava em ir para a cidade grande
Para meus estudos terminar
Mas me informaram sobre a EFA Bontempo
Foi um fato para eu animar.
Terminei o primeiro grau
E conseguir na EFA entrar
Com apoio do STR
Que mim enviou para estudar.
Hoje já estou melhor
Por que tudo deu certo
Agora quero agradecer
A EFA e o STR
O pronto para encara
O que vier pela frente
Tenho muito que agradecer
Para toda está gente.


Imaginem! Esta Foi minha história feita em dezembro de 2005 para fazer a apresentação da minha pasta de estágio de conclusão do curso na EFA Bontempo. Ah! Ainda não falei que com 19 anos de idade eu mal conhecia o centro da cidade de Medina e mais nada, assim mesmo por que era onde eu estudava e participava das reuniões da Comissão municipal de jovens rurais de Medina. O meu sonho era estudar o máximo possível, mas continuar trabalhando com a agricultura e a natureza. Com a minha falta de conhecimento achava que nem exista uma formação para esta área, por isso eu sempre falava aos meus pais que eu iria para São Paulo estudar e voltaria para concluir meu sonho de ter uma vida digna no campo. Mas meus pais sempre me diziam a mais pura verdade, que se eu fosse para São Paulo meu sonho iria ser destruído de uma vez por todas, como os sonhos de muitos jovens que também foram destruídos por acharem que a cidade grande é a solução, mas quando estão lá, a falta de conhecimento e oportunidade acaba os levando a se envolver no mundo das drogas e marginalidade. Deus me acendeu uma luz e no final da 8º série já estava tudo planejado a minha ida para São Paulo, quando ouvi falar da EFA Bontempo, e mudou totalmente meu destino, foi difícil por causa da concorrência tinha muito aluno disputando uma vaga, mas lutei até conseguir. Foram três anos de evolução que veio em recompensa “para quem perdeu tanto” para os 19 anos atrasados. Com um ano de EFA já tinha uma outra visão do mundo em que vivemos e até meus pais já haviam mudado de visão, pois eles não apoiavam muito que eu e meus irmãos estudássemos, por acharem que o estudo só valia para quem trabalhava na Cidade, pois essa não era a nossa realidade. Mas com a metodologia de ensino da EFA, de não formar somente o aluno e sim toda a sua família, com isso meus pais passaram a nos dar apoio nos estudos e até incentivar os vizinhos a estudar, e ainda fala que para o jovem do campo escola é a EFA Bontempo e se sente todo orgulhoso de ter tido esta sorte de um filho ter estudado lá.

Foram três anos de muita luta e entusiasmo. Graças a Deus cheguei onde queria, conclui meu segundo grau me tornando um profissional - Técnico em Agropecuária. Com quatro meses de formado mais uma luz o meu caminho, mais um sonho “Um Bom Emprego” participei de uma seleção de técnicos entre quatro pessoas, eu fui o selecionado para trabalhar no Centro Agroecológico Tamanduá - CAT onde estou a quase quatro anos trabalhando com Agroecologia e para melhoria na Agricultura Familiar no Vale do Rio Doce.

Hoje meus conhecimentos são outros, tudo o que eu tenho e o que eu sou agradeço muito a Escola Família Agrícola Bontempo. Por isso parabenizo a EFA Bontempo pelo seu belo trabalho, que desde seu inicio vem contribuindo com a formação dos jovens do Vale do Jequitinhonha e de suas famílias, e também com desenvolvimento Sustentável do Campo, contribuindo com a natureza e com Futuro do nosso País.

PARABÉNS EFA BONTEMPO

Eis Aluno: Santos Batista de Oliveira
Formação de: 2003 a 2005
Turma: Sementes do Vale

 

   
© Genea Soluções em Informática LTDA.